Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Usuario\Documents\site césar obeid\mm_spacer.gif

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: line decor

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: line decor

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Usuario\Documents\site césar obeid\mm_spacer.gif

 
 

 

Cardápio Vegano com Poesia  - um mergulho na alimentação consciente, vegana, sustentável e saborosa!

Fotos
Receitas
Imprensa
Vídeos, playlist no Youtube :

 

 


Hoje o verso é perfumado

E aguça o paladar,

Pois no mundo dos temperos

Minhas rimas vão entrar. 

 

 

Então vamos refogar

Todas nossas poesias

Na panela dos aromas,

Ervas e especiarias.

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Usuario\Documents\site césar obeid\capa rimas saborosas site.jpg 

Cardápio Vegano com Poesia é uma oficina dinâmica, divertida, informativa, poética e com muito conteúdo sobre como incluir mais vegetais na alimentação familiar.

 Muito além das receitas (que são deliciosas), César Obeid nos convida para um mergulho honesto nos nossos hábitos alimentares e como podemos transformá-los para uma alimentação mais consciente e saudável. Também traz curiosidades sobre os vegetais, informações nutricionais e receitas deliciosas (veganas e com opções sem glúten).

Poemas, improvisos e histórias dão um sabor especial ao momento.

Hoje a fruta vira verso

A verdura vira rima

Vegetal vira um poema

Planta vira obra-prima

Quando eu rimo hortaliça,

Jogo fora a preguiça

E embarco nesse clima.

 

César Obeid, nascido na capital paulista em 1974, é escritor, educador, contador de histórias, cozinheiro, ator e poeta. Autor de dezenas de livros para jovens e crianças, dois deles são de culinária (Rimas Saborosas – ed. Moderna, 2009 e Abecedário de Aromas – cozinhando com tempero e poesia – Ed. do Brasil, 2017). Seu trabalho com a alimentação surgiu quando tornou-se vegetariano aos 30 anos. Desde então vem estudando no Brasil e no exterior como fazer com que as pessoas se interessem mais em comer vegetais.

 

Público- alvo: Interessados em alimentação natural. Quando grupo familiar, as crianças devem estar acompanhadas dos responsáveis, pois há manipulação de temperos. Quando só são crianças, devemos estudar a possibilidade de reduzir o número de receitas e fazer mais no estilo “demonstração”, seguida da degustação.

 

Duração: À combinar. Pode ser uma breve oficina de 01h30 ou uma vivência mais longa, de 04 horas de duração (neste caso, o espaço deve ter fogão e forno)

 

Material necessário: Depende do módulo

 

Os temas trabalhados são: Alimentação familiar, Nutrientes dos vegetais, O uso do tofu na alimentação, Criança que não gosta de feijão... ,  Temperos naturais,  Consumo de alimentos processados e embutidos etc.

 

Como o cardápio de receitas é bem vasto, seguem algumas sugestões.  

De acordo com o tempo disponível e o interesse, ajustaremos o menu.

- O que o vegano passa no pão – Pastas, patês e outras delícias feitas com os vegetais.

- Sucos aromatizados

- Tortas sem glúten – Deliciosas tortas feitas com farinha de arroz, polvilho azedo e fécula de batata.

Tofulícias – Tofu, um super alimento de baixo custo, rico em cálcio e proteína que   deveria estar mais presente na mesa dos brasileiros. As pessoas não o consomem mais pelo simples fato de não saberem como prepará-lo e estranham o sabor.

- Hambúrgueres veganos 

- Queijos veganos

- Culinária tradicional brasileira na versão vegana - moqueca de banana-da-terra e feijoada vegana.

 

Quem só come com preguiça,

Enguiça.

 

Quem mastiga com amor,

Vira beija-flor.

 

Quem adora comer bem,

Faz o bem.

 

Quem não come coisa boa

Não voa...